Domingo, 25 de Fevereiro de 2024 14:25
(94) 992310757
Cidades TRANSPARENCIA

Prefeitura de Água Azul é primeira do Brasil a fechar contas de 2022

Gestão de Vandin coloca Pará pela primeira vez na dianteira nacional como berço de município referência em pontualidade perante Tesouro Nacional. Em âmbito local, Água Azul do Norte viu receita aumentar 20% e conseguiu sair do limite máximo para gasto com folha previsto na LRF

20/02/2023 14h10 Atualizada há 1 ano
5
Por: Gesiel Teixeira Fonte: Ze Dudu
Água Azul do Norte
Água Azul do Norte

 

Se houvesse um prêmio por eficiência e agilidade na entrega das contas públicas, o prefeito Isvandires Martins Ribeiro, o Vandin, de Água Azul do Norte, seria o campeão e levaria o troféu para casa. Ele colocou o Pará, pela primeira vez, na dianteira da entrega de relatórios fiscais, em nível municipal, ao Tesouro Nacional. A informação foi levantada com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu.

Vandin entregou o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) do 6º bimestre e o Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do 3º quadrimestre no dia 11 deste mês, primeiro que qualquer dos 5.568 prefeitos brasileiros. Horas após, segundo apurou o Blog, o prefeito de Mimoso de Goiás também cumpriu com as obrigações fiscais perante o Tesouro.

Prefeito Isvandires Martins Ribeiro

 

A atitude de Vandin é significativa porque posiciona o Pará, de forma inédita, na dianteira da pontualidade. O estado é, infelizmente, conhecido por ter alguns dos municípios mais enrolados e caloteiros perante os órgãos de controle externo. Por exemplo, das 144 prefeituras paraenses, até hoje 42 não entregaram à Secretaria do Tesouro Nacional (STN) os gastos públicos feitos por ela próprias nos meses de setembro e outubro (5º bimestre), um atraso que, mais cedo ou mais tarde, cobrará seu preço.

Resultado das contas

A Prefeitura de Água Azul do Norte arrecadou R$ 93,322 milhões líquidos ao longo do ano passado e pagou R$ 46,132 milhões em salários para os 1.172 servidores públicos municipais, inclusive os agentes políticos. Com isso, o governo municipal comprometeu 51,79% da receita com a despesa com pessoal, levemente acima do limite prudencial (51,3%), mas abaixo do limite máximo (54%). Houve melhora significativa do gasto com pessoal da gestão de Vandin em relação a 2021, quando o seu governo finalizou o primeiro ano de mandato comprometendo 55,23% da arrecadação líquida com o funcionalismo.

Também foi registrado importante sucesso na receita, já que em 2021 o valor apurado líquido foi de R$ 77,251 milhões. O crescimento foi da ordem de 20,8%, o maior registrado na microrregião de Parauapebas, onde a maior parte das prefeituras viu a receita diminuir, devido à queda brusca no recebimento de compensações decorrentes da exploração de minério de ferro.  (Fonte: Zé Dudu)

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.