Domingo, 25 de Fevereiro de 2024 16:00
(94) 992310757
Economia ECONOMIA

Cadastro para Auxílio Caminhoneiro de R$ 1.000 termina nesta segunda (29)

Quem se inscrever, poderá receber as duas próximas parcelas que serão pagas até 6 de setembro

29/08/2022 14h15 Atualizada há 1 ano
3
Por: Gesiel Teixeira Fonte: ECONOMIA
Segundo o Governo Federal, o auxílio foi criado para compensar o aumento do preço dos combustíveis (Fábio Costa / Arquivo O Liberal)
Segundo o Governo Federal, o auxílio foi criado para compensar o aumento do preço dos combustíveis (Fábio Costa / Arquivo O Liberal)

Termina nesta segunda-feira (29), às 18h, o prazo para se cadastrar no Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga (BEm Caminhoneiro). Quem se inscrever poderá receber as duas próximas parcelas que serão pagas até 6 de setembro. As informações são do portal Estado de Minas.

Segundo o Governo Federal, o auxílio foi criado para compensar o aumento do preço dos combustíveis. Estão previstas, no total, seis parcelas de R$ 1.000 até dezembro.

Os transportadores autônomos de cargas com a situação cadastral "Ativo" no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C), com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o CPF válidos têm direito ao auxílioMEIs Caminhoneiros estão incluídos

caminhoneiro cadastrado receberá o pagamento mensal (R$1.000), independentemente do número de veículos que eles possuírem.

Não é necessário apresentar nenhum comprovante de compra de óleo diesel.

Quem estiver com situação cadastral "pendente" ou "suspensa" poderá regularizar o registro na Agência Nacional de Transportes Terrestres e se habilitar para ter direito ao auxílio.

O acesso pode ser feito pelo Portal Emprega Brasil ou pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Segundo o Ministério do Trabalho, o depósito será feito pela Caixa Econômica Federal, por meio do aplicativo Caixa Tem.

Depois de hoje (29), os caminhoneiros só receberão as parcelas a partir do mês de autodeclaração, ou seja, este benefício não terá pagamento retroativo.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.