Domingo, 19 de Maio de 2024 17:54
(94) 992310757
Polícia INVESTIGAÇÃO

PF cumpre mandado contra corretor e servidores do INCRA

Nesta segunda-feira (7), a Polícia Federal deflagrou a operação Balcão de Negócios, que investiga servidores do INCRA suspeitos de falsificar documentos para particulares.

07/08/2023 10h35 Atualizada há 9 meses
Por: Gesiel Teixeira Fonte: Com informações da PF
Reprodução
Reprodução

As ações de proteção do meio ambiente e de proteção as terras estão sendo intensificadas, Nesta segunda-feira (7), a Polícia Federal deflagrou a operação Balcão de Negócios, que tem como objetivo investigar um grupo responsável por falsificar e transferir, de forma fraudulenta, terras públicas da União para particulares.

De acordo com informações da PF, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Itaituba, sudeste paraense. Entre os alvos estão um corretor de imóveis e dois servidores só INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) no município.

As investigações começaram após funcionários de um cartório de registros de imóveis local suspeitarem das assinaturas e da formatação de documentos do INCRA durante uma tentativa de transferência de imóvel público para terceiros.

Assim, o cartório oficiou ao INCRA, que confirmou a falsificação dos documentos. As investigações da polícia apontam que o grupo já atua há vários anos oferecendo serviços dessa natureza na própria sede do órgão no município.

Segunda a PF, um corretor imobiliário, filho de um ex-titular do cartório de registro de imóveis na cidade, seria a ligação entre os particulares interessados e os servidores que fraudariam a documentação.

O próprio INCRA já possuía diversos Procedimento Administrativos Disciplinares por casos parecidos contra servidores investigados. Durante os levantamentos, um dos envolvidos chegou a oferecer, espontaneamente, os serviços ilícitos aos policiais que atuavam de forma velada.

A polícia segue investigando o caso, já que mais pessoas ou fraudes podem ser descobertas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.