Domingo, 19 de Maio de 2024 16:52
(94) 992310757
Dólar comercial R$ 5,1 0%
Euro R$ 5,56 0%
Peso Argentino R$ 0,01 -0.55%
Bitcoin R$ 359.036,73 -0.791%
Bovespa 128.150,71 pontos -0.1%
Brasil ASSUSTADOR

Após chuvas, Caxias do Sul é atingida por tremores de terra

Além disso, Caxias está sob alerta severo de deslizamento de terra. Nesse domingo, um deslizamento na zona norte do município matou um servidor público municipal,

13/05/2024 17h07
Por: Gesiel Teixeira Fonte: DOL
Após chuvas, Caxias do Sul é atingida por tremores de terra

Tremores de terra assustaram moradores de Caxias do Sul, na serra gaúcha, durante a madrugada desta segunda-feira (13). Algumas famílias saíram de casa por volta das 3h, com medo de que os imóveis desabassem. A situação aconteceu na região central da cidade e nos bairros Madureira, Universitário, Jardim América e Pio X.

Ninguém ficou ferido, mas o Corpo de Bombeiros emitiu um aviso orientando os moradores a deixarem as suas casas em caso de rachaduras em paredes ou vigas. A corporação recebeu mais de 100 ligações durante a madrugada.

Além disso, Caxias está sob alerta severo de deslizamento de terra. Nesse domingo, um deslizamento na zona norte do município matou um servidor público municipal, de 49 anos. Luciano Henrique Santos Lacava estava no pavilhão da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) e da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos quando o local desmoronou, atingido pela terra.

O incidente aconteceu por volta das 6h. Chovia no momento. A tragédia deixou um homem ferido, mas a identidade dele não foi divulgada.

Também nesse domingo, a ponte sobre o Rio Caí cedeu parcialmente na altura do Km 174 da BR-116. Por questões de segurança, a via foi totalmente interditada. Há a suspeita de que a força do rio tenha danificado ou até levado um dos pilares da ponte, uma das principais ligações entre os municípios de Caxias do Sul e Nova Petrópolis.

Tragédia no sul

Até o momento, a chuva causou 145 mortes no estado, segundo boletim da Defesa Civil estadual, divulgado às 18h desse domingo (12/5). Pelo menos 806 pessoas se feriram. Há pelo menos 132 desaparecidos, com 538,743 mil desalojados e 81,2 mil pessoas em abrigos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.