Domingo, 19 de Maio de 2024 18:55
(94) 992310757
Educação ENEM DOS CONCURSOS

Governo adia exame, mas não divulga nova data

Concurso Público Nacional Unificado adiado devido a chuvas no RS e SC. Provas remarcadas após tragédia com 40 mortos. Nova data será anunciada.

03/05/2024 19h37 Atualizada há 2 semanas
Por: Gesiel Teixeira Fonte: DOL
Governo adia exame, mas não divulga nova data

O governo federal decidiu adiar o Concurso Público Nacional Unificado, após chuvas deixarem quase 40 mortos no Rio Grande do Sul e temporais atingirem Santa Catarina nos últimos dias e nesta sexta.

As provas seriam realizadas no próximo domingo. O anúncio oficial deve ocorrer a partir das 15h desta sexta-feira (3). A informação foi adiantada pela colunista do jornal O Globo Vera Magalhães e confirmada pela Folha.

O governo viveu uma divisão sobre o tema devido ao risco jurídico de adiar o concurso. Como não existe um banco de provas disponível para o Concurso Unificado, que será realizado pela primeira vez, haveria risco de as provas aplicadas no estado terem uma grau de dificuldade diferente, abrindo brecha para judicialização.

Ainda não há definição quanto à nova data da prova.

Os editais do concurso não preveem reaplicação em nenhuma hipótese, mesmo em caso de desastres naturais.

O governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), pediu ao governo o adiamento a prova nos locais atingidos pelas fortes chuvas, que já deixaram mortos, cidades alagadas e rodovias destruídas. Parlamentares também fizeram o mesmo.

Na noite de quinta-feira (2), o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos soltou uma nota para afirmar que a prova estava mantida para o próximo final de semana.

No texto, afirmou que o governo faria "todos os esforços para garantir, no Rio Grande do Sul, a participação dos candidatos". Desde o início, porém, havia pressão de uma ala da Esplanada pelo adiamento.

Políticos gaúchos também criticaram a manutenção do concurso no RS mesmo diante da tragédia no estado, que permanece e tende a aumentar.

O concurso unificado, que é também chamado de "Enem dos concursos", recebeu 2,1 milhões de inscrições. A organização esperava aplicar as provas em 228 cidades, embora os inscritos sejam de 5.555 municípios.

No Rio Grande do Sul, são 80.348 inscritos (4% do total), que seriam divididos em dez cidades que receberiam a prova: Bagé, Caxias do Sul, Farroupilha, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Sana Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana.

A maior parte dos inscritos do estado está na capital gaúcha, com 38.292 candidatos.

Já são ao menos 37 mortes no Rio Grande do Sul. A informação é da Defesa Civil do estado na manhã desta sexta-feira (3). Há um total de 74 pessoas desaparecidas.

De acordo com a Defesa Civil estadual, 235 municípios foram afetados pela chuva. Há 7.949 pessoas em abrigos e outras 23.598 estão desalojadas. No total, são 351.639 afetados e 74 feridos nesta manhã.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.