Jatene arruinou os cofres públicos em seu último ano de mandato.
 Jatene arruinou os cofres públicos em seu último ano de mandato. | Arquivo Agência Pará

Com a rejeição das contas de seu último ano à frente do Governo do Pará, em 2018, o tucano Simão Jatene está inelegível para qualquer tipo de cargo político.

A rejeição das contas apresentadas por Jatene veio após votação na Assembleia Legislativa do Pará esta terça-feira (1). Foram 34 votos a favor da rejeição e apenas seis a favor de Jatene.

Para os deputados, o ex-governador não cumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal ao provocar um déficit primário de 1,4 bilhões de reais na contabilidade oficial paraense em seu último ano de mandato.

O Ministério Público de Contas do Pará já havia recomendado aos parlamentares a rejeição das contas do ex-governador.

https://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2020/09/simao-jatene_-foto_-rodolfo-oliveira_-agencia-para_00604576_0_.jpghttps://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2020/09/simao-jatene_-foto_-rodolfo-oliveira_-agencia-para_00604576_0_-150x150.jpgGesiel TeixeiraDestaquesJustiçaParáSimão Jatene é declarado inelegível após votação na Alepa Jatene arruinou os cofres públicos em seu último ano de mandato. | Arquivo Agência Pará Com a rejeição das contas de seu último ano à frente do Governo do Pará, em 2018, o tucano Simão Jatene está inelegível para qualquer tipo de cargo político. A rejeição das contas apresentadas por Jatene veio após...Notícia com Responsabilidade e Transparência