Sexta, 19 de Agosto de 2022 04:18
(94) 992310757
Cidades TUCUMÃ

Mãe e bebê morrem em grave acidente no sul do Pará

Segundo relatos, dois adultos e uma criança estavam em uma moto quando, ao desviar de um buraco na rodovia, o veículo acabou batendo de frente com uma carreta

26/07/2022 11h36 Atualizada há 3 semanas
485
Por: Gesiel Teixeira Fonte: DOL Carajás com informações de Paulo Francis
 Com a batida, o piloto da moto foi jogado na rodovia e as outras vítimas ficaram as margens em um matagal, ambas já sem vida | Divulgação
Com a batida, o piloto da moto foi jogado na rodovia e as outras vítimas ficaram as margens em um matagal, ambas já sem vida | Divulgação

Mais um acidente registrado neste final de semana abalou os moradores de Tucumã, distante cerca de 400 quilômetros de Marabá no sudeste paraense. Uma moto com dois adultos e um bebê acabou batendo em uma carreta, resultando na morte de mãe e filha. 

Uma tragédia foi registrada na manhã deste domingo (24), na rodovia PA -279, no trecho da ponte da concreto, logo depois da entrada da Agrovila do Cuca, em Tucumã.

Uma motocicleta que conduzia três pessoas ainda não identificadas, foi atingida por um veículo carreta no momento que o piloto da moto desviava de um buraco, não dando tempo para a motocicleta retornar à sua faixa. 

Com a batida, o piloto da moto foi jogado na rodovia e as outras vítimas ficaram as margens em um matagal, ambas já sem vida. 

No acidente o condutor da moto, irmão de uma das vítimas, teve escoriações sendo socorrido pelo Samu. Já as vítimas fatais, sendo uma jovem mãe e uma criança, morreram ao serem arremessadas da moto devido ao impacto da batida.

Tanto o sobrevivente quanto as vítimas fatais não tiveram seus nomes divulgados a imprensa. O motorista da carreta também não teve seu nome revelado, mas segundo a polícia, ele deve se apresentar na delegacia local ainda nesta segunda-feira (24).

DESLOCAMENTOS

Entre as principais rodovias do sudeste paraense, tanto as federais quando as estaduais, é muito comum os condutores encontrarem ao longo das vias quilométricas, motociclistas transportando mulheres e crianças, muitas vezes sem o uso do capacete. 

Esses deslocamentos são geralmente feitos, por famílias de peões das fazendas, que utilizam as motos para se deslocarem de uma fazenda ou de um sítio para outro, ou para irem ao centro da cidade para comprar mantimentos ou resolverem outras situações. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.