Thaís Sousa Félix e Eduardo de Sousa Malhado receberam alta médica e deixaram o Hospital Municipal Daniel Gonçalves na manhã desta quinta-feira, 2, em Canaã dos Carajás.

Os jovens são os sobreviventes do atentado ocorrido durante um show na cidade que celebrava a chegada de 2020. O crime ocorreu por volta de 1h da madrugada, na ocasião, Thaís de 20 anos, foi atingida com um tiro no pescoço. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Pronto Socorro, onde permaneceram em observação até a manhã de hoje.

O atirador, Renilton Nobre, também atingiu um jovem identificado como Jeovane Batista Belém de 21 anos, morador do município de Parauapebas, que morreu na hora.

Em conversa com a reportagem do Portal Canaã, a mãe de Thaís disse que a filha permanece com a bala alojada no pescoço, e que, por não oferecer risco à sua saúde, a equipe médica optou por não fazer a cirurgia para remoção do projétil. A mulher disse ainda que Thaís estava bastante abalada e que preferia não falar sobre o ocorrido.

Perguntada se sua filha tinha alguma relação com as outras vítimas, a mulher disse que não e que Thaís só conheceu o Eduardo após os dois darem entrada no hospital.

https://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2020/01/canaa-1.jpeghttps://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2020/01/canaa-1-150x150.jpegGesiel TeixeiraDestaquesParáPolíciaSobreviventes de atentado em Canaã dos Carajás recebem alta nesta quinta-feiraThaís Sousa Félix e Eduardo de Sousa Malhado receberam alta médica e deixaram o Hospital Municipal Daniel Gonçalves na manhã desta quinta-feira, 2, em Canaã dos Carajás. Os jovens são os sobreviventes do atentado ocorrido durante um show na cidade que celebrava a chegada de 2020. O crime ocorreu por...Notícia com Responsabilidade e Transparência