Pesquisa refere-se a dados obtido em 2016 (Divulgação)

A remuneração dos trabalhadores paraenses em 2016 chegou a R$ 57,548 bilhões, 2,5% acima do ano anterior. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e estratificados pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), a remuneração dos empresários
relativa ao excedente operacional e rendimento misto, cresceu 8,2% e alcançou R$ 66,439 bilhões, e os impostos apresentaram variação percentual de 5,4% e foi de R$ 14,081 bilhões.

Na análise das atividades econômicas no contexto do Produto Interno Bruto (PIB) divulgado pelo IBGE na sexta-feira (16), a agropecuária figurou na condição de setor
com maior relevância para a economia do Estado em 2016. O segmento agropecuário contribuiu com R$ 17,168 bilhões, ou 13,7% do valor adicionado à economia no ano. Essa participação foi a maior registrada na série 2010-2016, 1,5% acima de 2015 e uma variação nominal de 18,4%, a maior entre os três setores.

Já o segmento industrial adicionou à economia R$ 31,520 bilhões e sua variação, em relação a 2015, foi negativa em -5,02%, reduzindo assim sua participação no Valor Agregado (VA) do Estado em 2,8%, contribuindo com 25,3% à economia, a menor da série. Os Serviços representaram 61% do VA estadual com R$ 76 bilhões em 2016, o maior percentual da série com uma variação percentual de 7,75% e 1,3% acima do registrado em 2015.

Conforme explica o presidente da Fapespa, Helder Mello, o PIB, pela ótica da renda, é calculado a partir da agregação da remuneração dos empregados; do total
dos impostos incidentes sobre a produção; do rendimento misto bruto; e do excedente operacional bruto.

“O indicador mostra como se processou a distribuição do valor adicionado pela produção de bens e serviços entre as famílias que receberam salários e o lucro recebido pelos empresários, além dos impostos gerados na produção e comercialização”, comenta.

http://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2018/11/Dinheiro.jpghttp://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2018/11/Dinheiro-150x150.jpgGesiel TeixeiraDestaquesEconômiaParáaponta pesquisa,Remuneração do paraense cresceu 2A remuneração dos trabalhadores paraenses em 2016 chegou a R$ 57,548 bilhões, 2,5% acima do ano anterior. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e estratificados pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), a remuneração dos empresários relativa ao excedente operacional...Notícia com Responsabilidade e Transparência