O consumidor Xinguarense sente no bolso o peso do litro da Gasolina

O preço médio do litro da gasolina comercializada no Estado do Pará apresentou alta de cerca de 3,30% em maio em relação a abril. É o que informa o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) com base em dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Em abril, segundo o levantamento, o preço do litro da gasolina foi comercializado em média a R$ 4,541, com o menor preço custando R$ 3,999 e o maior R$ 5,460. No mês passado, o preço médio chegou a R$ 4,691, com o menor preço custando em média R$ 4,280 e o maior a R$ 5,460.

De acordo com o Dieese, o Pará encerrou maio com a terceira gasolina mais cara entre os estados da Região Norte e com a 10ª mais cara do Brasil. Em média, a gasolina mais cara do País foi comercializada no Acre, custando cerca de R$ 5,075.

Em Belém, segundo o Dieese, o litro da gasolina teve alta de mais de 3% em maio, sendo comercializado em média a R$ 4,517, com os preços oscilando entre R$ 4,299 e R$ 4,799. Em abril, o produto foi comercializado em média ao custo de R$ 4,383 com os preços variando entre R$ 4,090 a R$ 4,599.

Municípios

Ainda segundo o Dieese, Abaetetuba foi o município que em média comercializou o litro da gasolina mais caro em maio ( R$ 5,168, com o menor preço a R$ 4,760 e o maior a R$ 5,460), seguidos de:

– Parauapebas (R$ 5,112, com o menor preço a R$ 5,010 e o maior a R$ 5,279)

– Altamira (R$ 5,039, com o menor preço a R$ 4,900 e o maior a R$ 5,199)

– Redenção (R$ 5,030, com o menor preço a R$ 5,000 e o maior a R$ 5,049)

Xinguara (R$ 5,009, com o menor preço a R$ 4,880 e o maior a R$ 5,279)

– Conceição do Araguaia (R$ 4,971, com o menor preço a R$ 4,780 e o maior a R$ 5,050)

– Marabá (R$ 4,944, com o menor preço a R$ 4,760 e o maior a R$ 5,090)

– Paragominas (R$ 4,909, com o menor preço a R$ 4,789 e o maior a R$ 4,990)

Pará fica de fora de reajuste da tabela do Confaz

Os valores da gasolina e do óleo diesel no Pará não sofreram reajuste na nova tabela de preços publicada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que sugere aumento para 16 estados e para o Distrito Federal. Mas o Estado do Pará ficou de fora. A tabela foi publicada em maio, mas o ajuste passou a valer a partir de 1º de junho. De acordo com a publicação, o valor médio da gasolina comum no Estado continua sendo de R$ 4,5430 e para o óleo diesel é de R$ 3,8930 (S10) e R$ 3,8710 o normal.

Os valores podem ser usados como referência pelas unidades federativas do país a partir deste mês.

ESTADOS

Os novos preços abrangem, Acre, Alagoas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

O anúncio do Confaz se refere ao preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) e serve como parâmetro para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) retido pela Petrobras no ato da venda dos combustíveis aos postos de gasolina, o que impacta no valor praticado na bomba.

Os valores refletem o preço praticado para as distribuidoras, sem tributos, e em cima deles são acrescentados diversos impostos e margens de lucro em cada etapa do processo, até chegar ao valor final nas bombas.

http://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/06/destaque-599853-img_20190520_140603500_portrait.jpghttp://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/06/destaque-599853-img_20190520_140603500_portrait-150x150.jpgGesiel TeixeiraDestaquesNegóciosXinguaraEconômia,Litro da gasolina em Xinguara entre os mais caro do Pará,xinguaraO preço médio do litro da gasolina comercializada no Estado do Pará apresentou alta de cerca de 3,30% em maio em relação a abril. É o que informa o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) com base em dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Em abril, segundo...Notícia com Responsabilidade e Transparência