O governador do Pará, Helder Barbalho, participou ativamente do encontro, que reúne chefes de Estado nacionais e internacionais, além da sociedade civil organizada.
 O governador do Pará, Helder Barbalho, participou ativamente do encontro, que reúne chefes de Estado nacionais e internacionais, além da sociedade civil organizada. | Marco Santos/Ag. Pará

Os desafios para o desenvolvimento social sustentável e adaptado às mudanças climáticas foram o centro do debate na Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima (Climate Week), realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Salvador (BA), nesta quarta-feira (21). O governador do Pará, Helder Barbalho, participou ativamente do encontro, que reúne chefes de Estado nacionais e internacionais, além da sociedade civil organizada.

Nas redes sociais o governador falou sobre a luta pela Amazônia.

Helder foi convidado pela ONU para ser um dos palestrantes do evento. A atuação do governador foi dentro do painel “Soluções Baseadas na Natureza”, que abordou temas sobre os caminhos para a descarbonização até 2050: iniciativas positivas e pagamentos baseados em resultados e a produção de alimentos a nível nacional.

O governador apresentou as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável com respeito à floresta, as ações para redução de carbono e projetos voltados para a captação de investidores internacionais. Entre os desafios do Pará, Helder apontou a migração para uma economia mais sustentável na difícil conjuntura orçamentária, em busca do exigente mercado internacional.

“É fundamental que, primeiramente, nós possamos investir em tecnologia para monitoramento e fiscalização. A mensagem institucional é: aqueles que cumprem a lei terão apoio do Estado e os que a infringem terão a repressão devida e adequada, sempre buscando soluções que possam compatibilizar desenvolvimento com a preservação da floresta. A busca é pela preservação ambiental viável economicamente e vista como uma vocação, fomentando uma economia mais verde”, comentou Helder.

Para o chefe do Executivo Estadual, ações integradas são um caminho para o mercado externo. “É possível construir um equilíbrio entre os interesses nacionais e, acima de tudo, mostrar, a nível internacional, que o Brasil tem compromisso com o desenvolvimento sustentável. É possível gerar oportunidade para quem mora na Amazônia de forma compatível com a preservação da floresta. Esse é o interesse de todos, portanto, nós buscamos fazer essa convergência, sinalizar internamente no nosso País e de forma externa para que todos abracem essa causa”, destacou.

No evento, Helder Barbalho dividiu a mesa com representantes do governo do Equador, quando ressaltou a atuação do Fórum Paraense de Mudanças e Adaptação Climáticas, criado este mês, por meio do Decreto 254/2019. O Fórum é um instrumento de fomento socioeconômico da sustentabilidade no Estado, que norteia a criação de políticas públicas relacionadas à diminuição dos impactos que alteram o clima na região.

Climate

Iniciado na última segunda (19), o evento vai até o dia 23 e reúne representantes de governos da América Latina para a troca de experiências sobre adaptação às mudanças climáticas. A programação discute a agricultura inteligente em temas climáticos e sistemas de produção de alimentos em nível nacional e jurisdicional.

http://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Helder_00532772_0_.jpghttp://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Helder_00532772_0_-150x150.jpgGesiel TeixeiraClimaDestaquesGovernoParáHelder Barbalho aponta estratégias ambientais para a AmazôniaOs desafios para o desenvolvimento social sustentável e adaptado às mudanças climáticas foram o centro do debate na Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima (Climate Week), realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Salvador (BA), nesta quarta-feira (21). O governador do Pará, Helder Barbalho, participou ativamente...Notícia com Responsabilidade e Transparência