Igor Mota/O Liberal
Governador também vai colocar nas ruas policiais que antes estavam em funções administrativas

Em entrevista ao programa ‘Em ponto’, na Globo News, na manhã desta quarta-feira (9), o governador do Pará, Helder Barbalho, reforçou sua preocupação com a segurança pública no Estado. Ele garantiu que o pedido da atuação de 500 homens da Força Nacional no território paraense, por seis meses, vai ajudar a conter, de imediato, a violência no Estado.

Helder reforçou que o pedido – seu primeiro ato após eleito – já está sendo analisado pelo ministro da Justiça Sérgio Moro. “Vivemos uma crise na segurança pública. Temos números alarmantes, índices de guerra no governo passado. Nos primeiros dias do ano, quatro agentes da segurança foram assassinados. Não aceitamos mais isso e contamos com o apoio do Governo Federal”, garante Barbalho.

Segundo o governador, hoje, o Pará conta com 16 mil policiais militares em atuação, no entanto, é necessário, ao menos, 30 mil agentes para fazer o enfrentamento da violência no Estado. “Os 500 homens da Força Nacional não vão resolver o problema, mas nos ajudarão de imediato. Vamos também tirar os policiais que atuam nos órgãos públicos para reforçarem o policiamento nas ruas”, reitera Helder.

Sistema penitenciário

Ainda conforme o governador, 19,5 mil presos ocupam as Casas Penitenciarias do Estado, quando o número de vaga é de 9 mil. E para gerenciar a superlotação, assim como as outras demandas no Sistema Penitenciário, a Susipe passará a ser uma Secretaria. “O órgão será independente para criar vagas. O empoderamento dará condições para ser realizadas mais ações que boqueiam o podem paralelo”, diz Helder.

O governador também falou sobre os problemas financeiros da máquina pública. “Temos um déficit fiscal de R$1,6 milhões deixado pelo governo passado e, para equilibrarmos as contas, vamos fazer cortes de custo e da folha de pagamento do Estado”, observa Barbalho. Nesta terça-feira (9), quase 2,5 mil servidores foram exonerados.

Helder também declarou apoio ao deputado federal Rodrigo Maia à candidatura pela presidência da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). “A minha decisão no apoio não representa uma opinião do partido, e sim, pessoal”, afirma Barbalho.

FONTE: ORM NEWS

http://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/01/helder-forca-nacional-Igor-Mota-O-Liberal.pnghttp://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2019/01/helder-forca-nacional-Igor-Mota-O-Liberal-150x150.pngGesiel TeixeiraDestaquesGovernoParádiz Helder,Força Nacional atuará no enfrentamento imediato à violênciaEm entrevista ao programa ‘Em ponto’, na Globo News, na manhã desta quarta-feira (9), o governador do Pará, Helder Barbalho, reforçou sua preocupação com a segurança pública no Estado. Ele garantiu que o pedido da atuação de 500 homens da Força Nacional no território paraense, por seis meses, vai...Notícia com Responsabilidade e Transparência