Começa nesta segunda-feira (6) e vai até o próximo dia 31 Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil. Crianças de um a menores de cinco anos são o público-alvo da ação, segundo recomendação do Ministério da Saúde, que avalia a faixa etária como a mais vulnerável às doenças e suas complicações. No Pará, as crianças que estão entre as idades preconizadas – cerca de 500 mil – devem ser imunizadas em qualquer uma das unidades básicas de saúde dos municípios paraenses. Para atender a demanda, o órgão federal enviou ao Estado 1,5 milhão de doses das vacinas.

De acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Pará, os postos de vacinação vão estar funcionando a partir desta segunda para receber a população durante a campanha. No Dia D de mobilização nacional, que ocorre no sábado, 18, todos os postos de vacinação do Brasil, cerca de 36 mil, estarão abertos. A meta nacional é vacinar, pelo menos, 95% das 11,2 milhões de crianças dessa faixa etária e diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo.

Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice Viral, independente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Por: O Liberal

 

http://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2018/08/1347362986.jpghttp://www.xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2018/08/1347362986-150x150.jpgGesiel TeixeiraDestaquesParáSaúdeComeça campanha de vacinação contra pólio e sarampoComeça nesta segunda-feira (6) e vai até o próximo dia 31 Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil. Crianças de um a menores de cinco anos são o público-alvo da ação, segundo recomendação do Ministério da Saúde, que avalia a faixa etária como a mais...Notícia com Responsabilidade e Transparência